1.1 / January 19, 2018
(5.0/5) (6)
Loading...

Description

Diante das reclamações e denúncias de advogados de todo o estadoacerca de um crescente quadro de morosidade, no âmbito doJudiciário, a OAB/PB resolveu criar uma Comissão para debater essatormentosa questão. A Comissão é presidida pelo advogado AssisAlmeida, secretário-geral da OAB/PB, com larga experiênciaadvocatícia, inclusive na seara da magistratura.Defesa dasociedade“Não há como esconder a existência de um clamor dasociedade contra a morosidade do Judiciário. Diante dessarealidade, é nosso dever defendê-la. Afinal, esta luta é de sumointeresse de todos os advogados”, afirmou o advogado Assis Almeida,para quem “a demora, sem justificativa, do curso do processo éaltamente prejudicial à sociedade e à nossa categoria”.Ele destacouainda que “a Comissão de Combate à Morosidade buscará, na linha deação que for estabelecida pela Seccional, sob o comando dopresidente Paulo Maia, convergência de propósitos, objetivandoreduzir a atual morosidade processual.”Papel institucional“Não hádúvida que devemos atuar de forma respeitosa junto aos atores doPoder Judiciário, porque esse é o nosso dever; mas, não podemosabdicar dos meios persuasivos e legais, quando observarmos que adelonga processual se afasta de parâmetros estabelecidos pelalegislação, afinal a celeridade processual é dever e compromisso daprópria magistratura”, lembrou Assis Almeida, ao tempo em quedestacou a importância de que “todos devemos compreender o papel ea razão de ser da Ordem”, lembrando, neste aspecto, oposicionamento do presidente da OAB nacional, Cláudio Lamachia,para quem “a autonomia e a independência da OAB fizeram-na umainstituição livre para atuar em favor da sociedade, sem qualquertemor de retaliação”.Espírito de cooperaçãoPara o presidente daOAB-PB, Paulo Maia, a criação da Comissão de Combate à morosidadeatende a queixas de um sem-número de advogados de todo o estado,insatisfeitos com o alto índice de congestionamento de processosjudiciais. Ele defendeu um trabalho que seja desenvolvido dentro deum espírito de diálogo e cooperação, na forma republicana, deacordo com o que devem ser perseguidas soluções tendentes a banirou reduzir de nosso meio o mal da morosidade processual. Lembrou oPresidente da OAB, Paulo Maia, que, “a despeito da inarredávelnecessidade de lutar contra a morosidade processual, é meu deverreconhecer que a grande maioria dos magistrados paraibanos fazatuar a jurisdição de forma incansável em benefício da sociedade.E, para finalizar, conclamou a que “juntos, OAB e a magistratura,devemos batalhar de braços dados por esse ideal que toca a todosnós”.On complaints and denunciations from around the stateattorneys about an increasing NPL framework within the judiciary,the Bar / PB decided to create a commission to discuss thistormenting question. The Committee is chaired by lawyer AssisAlmeida, secretary general of the OAB / PB, with broadattorney-client experience, including the harvest of thejudiciary.Society Defense"There is no hiding the existence of aclamor of society against the slowness of the judiciary. Given thisreality, it is our duty to defend it. After all, this fight is ofutmost interest to all lawyers, "said lawyer Assis Almeida, towhom" the delay, without justification, the course of the processis highly damaging to society and to our category. "He also pointedout that "the Commission to Combat Slowness seek, in the line ofaction that is established by the Sectional, under the command ofPresident Paulo Maia, convergence purposes, aimed at reducing thecurrent procedural delays."institutional role"There is no doubtthat we must act in a respectful manner with the actors of thejudiciary, because that is our duty; but we can not give up thepersuasive and legal means, when we observe that the proceduraldelay departs parameters established by legislation, after a speedytrial is due and own judiciary commitment, "said Assis Almeida atthe time stressed the importance of that "everyone must understandthe role and reason for being of the Order", recalling in thisrespect the position of the President of the national BarAssociation, Claudio Lamachia, for whom "the autonomy andindependence of the Bar Association made it a free institution toact in favor of the society without any fear of retaliation."Spirit of cooperationFor the president of the OAB-PB, Paulo Maia,the creation of the Commission to Combat slow meets complaintscountless lawyers from across the state, dissatisfied with the highcongestion index of lawsuits. He defended work that is developed ina spirit of dialogue and cooperation in the republican form,according to which solutions must be pursued seeking to ban orreduce from us the evil of procedural delays. He reminded thePresident of the Bar Association, Paulo Maia, who, "despite theunswerving need to fight against procedural delays, it is my dutyto recognize that the vast majority of judges do Paraíba actjurisdiction tirelessly for the benefit of society. And finally, heurged that "together, OAB and the judiciary, must fight hand inhand for that ideal that touches all of us."

App Information Combate Morosidade Processual

  • App Name
    Combate Morosidade Processual
  • Package Name
    com.wdcom.oabmorosidade
  • Updated
    January 19, 2018
  • File Size
    14M
  • Requires Android
    Android 4.1 and up
  • Version
    1.1
  • Developer
    WDCOM Mídia Digital
  • Installs
    100+
  • Price
    Free
  • Category
    Communication
  • Developer
    R. Mirian Barreto Rabelo, 760 - Sl. 305 - João Pessoa, PB
  • Google Play Link

WDCOM Mídia Digital Show More...

FESP 1.0 APK
A FESP tem como missão habilitar profissionais no nível superior,reconhecidamente competentes, éticos e aptos ao exercício dacidadania, despertando o interesse pelo conhecimento científico,técnico e cultural do aluno, a fim de ajudar na formação de líderescom forte fundamentação ética e moral e que possam contribuir parao desenvolvimento da região e do país.The HSPA's mission is toenable professionals at the top level of recognized competence,ethical and able to exercise citizenship, awakening interest in thescientific, technical and cultural student in order to help in theformation of leaders with strong ethical foundation and moral andthat can contribute to the development of the region and thecountry.
Fesp Faculdades 1.2.11.45 APK
Seja bem-vindo! Este é o aplicativodestinadoaos alunos de Direito da Fesp Faculdades. Nesta ferramentavocêpoderá estar em sintonia com todas as informações daFaculdade,como também, acessar a biblioteca virtual e a área doaluno.You're welcome! Thisisthe application designed for law students Fesp Colleges. Inthistool you can be in tune with all the Faculty information, butalsoaccess the virtual library and the area of ​​the pupil.
Manual de Codificação SBN 1.0 APK
A padronização nas solicitações dos procedimentos neurocirúrgicosrepresenta não só uma melhor fluidez nas tratativas entre osneurocirurgiões e operadoras de saúde, mas principalmente aunificação de uma só linguagem de trabalho. Historicamente, estasistematização dos códigos foi negligenciada quando se abreviou naprópria CBHPM todas as etapas de nossas complexas cirurgias em umúnico código principal de procedimento, desmerecendo assim asdemais e tão importantes etapas cirúrgicas, como o acesso e ofechamento.Felizmente, graças ao amadurecimento de reflexões sobreo tema, hoje temos o entendimento de que cada etapa de uma cirurgiaé tão importante quanto seu ato principal, e o insucesso de umadelas pode comprometer todo um trabalho. Tomando como exemplo, umacraniotomia mal realizada pode dificultar a boa execução do atoprincipal, como clipagem de aneurisma, ressecção de tumor, drenagemde hematoma, etc. Da mesma forma, uma inadequada síntese dadura-máter pode resultar em fístula liquórica, prejudicando oresultado final do caso, por mais bela ressecção tumoral ouclipagem de aneurisma que se tenha feito. Sendo assim, oneurocirurgião que executa com esmero de ponta a ponta suacirurgia, merece da mesma forma a valorização de todas as etapas deseu árduo e dedicado trabalho. E foi a partir deste novoentendimento, no sentido da valorização de todas as etapascirúrgicas, que nasceu a pedra fundamental deste manual.Diantedisso, tornou-se necessária uma ação conjunta de vários membros daComissão Permanente de Honorários Médicos e da SBN, promovendo, aolongo de quase dois anos, várias reuniões e fóruns específicos,onde os temas foram bastante discutidos e diversas propostasrelativas aos assuntos foram sugeridas. A referência de codificaçãoescolhida foi a CBPHM 2014, por ser a mais utilizada e por setratar de um documento oficial creditado pelo Conselho Federal deMedicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e AgenciaNacional de Saúde (ANS). Assim, foi executada uma meticulosavarredura da CBHPM 2014, passando por todas as especialidades ecapítulos, na busca de todos os códigos que poderiam serrelacionados aos nossos procedimentos já listados no capítulo daneurocirurgia, e a partir dai, montar de forma racional e conexauma relação de códigos de procedimentos pertinentes à cada atoneurocirúrgico.CONSIDERANDO que nossa Constituição Federal expressaem seu artigo 5o, inciso XIII, que “É livre o exercício de qualquertrabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificaçõesprofissionais que a lei estabelecer”, e que por este entende-se quequalquer médico inscrito no Conselho Regional de Medicina de suajurisdição é lícito exercer TODA a medicina, devendo o mesmopautar-se única e exclusivamente pelo Código de Ética Médica, queabrange todas as situações de responsabilidades em relação aotrabalho médico;CONSIDERANDO que o CFM expressa no seu Art. 17 Lein° 3.268/57, e nos Pareceres CFM no 17/04, CFM no 27/95 e CFM no8/96, que nenhum especialista possui exclusividade na realização dequalquer ato médico;CONSIDERANDO que para que possamos exercer aMedicina com honra e dignidade o médico deve ser remunerado deforma justa (Art. 3o do Código de Ética Médica);CONSIDERANDO que assubdivisões e capítulos por especialidades apresentadas na CBHPMtem caráter meramente didático e organizacional, não sendo,portanto, excludente de uma especialidade em relação a outra comrelação à prática dos atos médicos ali listados;CONSIDERANDO que aprópria CBHPM, no Ítem 7.2 de suas Instruções Gerais, delega àssociedades de especialidades a função da interpretação dos seuscódigos;CONCLUI-SE, portanto, que o presente Manual de Codificaçãode Procedimentos em Neurocirurgia/SBN, encontra-se totalmenteamparados pela legalidade e ética e em absoluto acordo com asregulamentações dos nossos órgãos de classe, do Código de ÉticaMédica e da Constituição Federal.Standardizing on requests fromneurosurgical procedures is not only a better fluidity in thenegotiations between neurosurgeons and health insurance companies,but mainly the unification of a single working language.Historically, this systematization of the codes was neglected whenit shortened the very CBHPM all stages of our complex surgeries ina single main procedure code, thus disparaging the other and soimportant surgical steps, such as access and closure.Fortunately,thanks to the reflections of ripening on the theme, today we havethe understanding that each stage of surgery is as important as itsmain act, and the failure of which can compromise an entire work.Taking as an example, a craniotomy performed poorly can hinder thesmooth implementation of the principal act as aneurysm clipping,tumor resection, hematoma drainage, etc. Similarly, inadequatesynthesis of the dura may result in cerebrospinal fluid leak,damaging the outcome of the case, however beautiful tumor resectionor aneurysm clipping that has been made. Thus, the neurosurgeonperforming with end to end care your surgery, deserves the same waythe appreciation of all the stages of their hard and dedicatedwork. And it was from this new understanding, in the recovery ofall surgical steps, born the cornerstone of this manual.Thus, itbecame necessary a joint action of several members of the StandingCommittee of Medical Fees and SBN, promoting, over nearly twoyears, several meetings and specific forums where the issues wereextensively discussed and a number of proposals relating to thematters They were suggested. The chosen coding reference was CBPHM2014 for being the most used and because it is an official documentcredited by the Federal Council of Medicine (CFM), the BrazilianMedical Association (AMA) and the National Health Agency (ANS).Thus, a thorough scan CBHPM 2014 was performed, through allspecialties and chapters in search of all codes that could berelated to our procedures already listed in the section ofneurosurgery, and from there, to mount a rational and connected waya code list of relevant procedures to each neurosurgicalact.WHEREAS our Federal Constitution states in its Article 5,paragraph XIII, which "is free to carry on any work, trade orprofession, observing the professional qualifications establishedby law", and by this it is understood that any doctor registered inRegional Council of medicine of jurisdiction is lawful practicemedicine aLL, which must be guided solely by the medical EthicsCode, which covers all situations of responsibilities in relationto medical work;WHEREAS the CFM expressed in its Article 17 Law No.3,268 / 57, and CFM Opinions on 17/04, 27/95 and the CFM CFM on8/96, that no expert has exclusive rights to perform any medicalact.;WHEREAS so that we can practice medicine with honor anddignity the doctor should be paid fairly (Article 3 of the Code ofMedical Ethics.);WHEREAS the subdivision and chapters byspecialties presented in CBHPM is purely didactic andorganizational character and is not, therefore excluding aspecialty over another with respect to the practice of medical actslisted therein;WHEREAS own CBHPM in Item 7.2 of its GeneralInstructions delegates to specialty societies the function ofinterpretation of the codes;It follows therefore that the presentProcedure Coding Manual Neurosurgery / SBN, fully lies supportedthe legality and ethics and in absolute accordance with theregulations of our professional bodies, the Code of Medical Ethicsand the Federal Constitution .
Combate Morosidade Processual 1.1 APK
Diante das reclamações e denúncias de advogados de todo o estadoacerca de um crescente quadro de morosidade, no âmbito doJudiciário, a OAB/PB resolveu criar uma Comissão para debater essatormentosa questão. A Comissão é presidida pelo advogado AssisAlmeida, secretário-geral da OAB/PB, com larga experiênciaadvocatícia, inclusive na seara da magistratura.Defesa dasociedade“Não há como esconder a existência de um clamor dasociedade contra a morosidade do Judiciário. Diante dessarealidade, é nosso dever defendê-la. Afinal, esta luta é de sumointeresse de todos os advogados”, afirmou o advogado Assis Almeida,para quem “a demora, sem justificativa, do curso do processo éaltamente prejudicial à sociedade e à nossa categoria”.Ele destacouainda que “a Comissão de Combate à Morosidade buscará, na linha deação que for estabelecida pela Seccional, sob o comando dopresidente Paulo Maia, convergência de propósitos, objetivandoreduzir a atual morosidade processual.”Papel institucional“Não hádúvida que devemos atuar de forma respeitosa junto aos atores doPoder Judiciário, porque esse é o nosso dever; mas, não podemosabdicar dos meios persuasivos e legais, quando observarmos que adelonga processual se afasta de parâmetros estabelecidos pelalegislação, afinal a celeridade processual é dever e compromisso daprópria magistratura”, lembrou Assis Almeida, ao tempo em quedestacou a importância de que “todos devemos compreender o papel ea razão de ser da Ordem”, lembrando, neste aspecto, oposicionamento do presidente da OAB nacional, Cláudio Lamachia,para quem “a autonomia e a independência da OAB fizeram-na umainstituição livre para atuar em favor da sociedade, sem qualquertemor de retaliação”.Espírito de cooperaçãoPara o presidente daOAB-PB, Paulo Maia, a criação da Comissão de Combate à morosidadeatende a queixas de um sem-número de advogados de todo o estado,insatisfeitos com o alto índice de congestionamento de processosjudiciais. Ele defendeu um trabalho que seja desenvolvido dentro deum espírito de diálogo e cooperação, na forma republicana, deacordo com o que devem ser perseguidas soluções tendentes a banirou reduzir de nosso meio o mal da morosidade processual. Lembrou oPresidente da OAB, Paulo Maia, que, “a despeito da inarredávelnecessidade de lutar contra a morosidade processual, é meu deverreconhecer que a grande maioria dos magistrados paraibanos fazatuar a jurisdição de forma incansável em benefício da sociedade.E, para finalizar, conclamou a que “juntos, OAB e a magistratura,devemos batalhar de braços dados por esse ideal que toca a todosnós”.On complaints and denunciations from around the stateattorneys about an increasing NPL framework within the judiciary,the Bar / PB decided to create a commission to discuss thistormenting question. The Committee is chaired by lawyer AssisAlmeida, secretary general of the OAB / PB, with broadattorney-client experience, including the harvest of thejudiciary.Society Defense"There is no hiding the existence of aclamor of society against the slowness of the judiciary. Given thisreality, it is our duty to defend it. After all, this fight is ofutmost interest to all lawyers, "said lawyer Assis Almeida, towhom" the delay, without justification, the course of the processis highly damaging to society and to our category. "He also pointedout that "the Commission to Combat Slowness seek, in the line ofaction that is established by the Sectional, under the command ofPresident Paulo Maia, convergence purposes, aimed at reducing thecurrent procedural delays."institutional role"There is no doubtthat we must act in a respectful manner with the actors of thejudiciary, because that is our duty; but we can not give up thepersuasive and legal means, when we observe that the proceduraldelay departs parameters established by legislation, after a speedytrial is due and own judiciary commitment, "said Assis Almeida atthe time stressed the importance of that "everyone must understandthe role and reason for being of the Order", recalling in thisrespect the position of the President of the national BarAssociation, Claudio Lamachia, for whom "the autonomy andindependence of the Bar Association made it a free institution toact in favor of the society without any fear of retaliation."Spirit of cooperationFor the president of the OAB-PB, Paulo Maia,the creation of the Commission to Combat slow meets complaintscountless lawyers from across the state, dissatisfied with the highcongestion index of lawsuits. He defended work that is developed ina spirit of dialogue and cooperation in the republican form,according to which solutions must be pursued seeking to ban orreduce from us the evil of procedural delays. He reminded thePresident of the Bar Association, Paulo Maia, who, "despite theunswerving need to fight against procedural delays, it is my dutyto recognize that the vast majority of judges do Paraíba actjurisdiction tirelessly for the benefit of society. And finally, heurged that "together, OAB and the judiciary, must fight hand inhand for that ideal that touches all of us."
ZKSport 1.0 APK
A ZKSPORT é uma assessoria esportiva especializada em treinamentopara corrida, que ao longo dos anos vem trabalhando com o intuitode despertar e aprimorar a condição física das pessoas que nosprocuram, visando sempre atingir os objetivos do aluno procurandoum maior equilíbrio, qualidade de vida e bem estar. Oferecemosserviços de treinamento individualizado através de planilhasmensais, treinamento em grupo com a presença da nossa equipe,acompanhamento em provas com equipe de apoio, nutricionista,personal trainer e programação de eventos esportivos. ZKSPORT is aSport expert advice on training for running, which over the yearshas been working in order to awaken and improve the physicalcondition of the people who come to us, always aiming to achievethe objectives of the student looking for a better balance, qualityof life and wellness. We offer individualized training servicesthrough monthly worksheets, group training with the presence of ourteam, follow-up testing with support staff, nutritionist, personaltrainer and scheduling sporting events.
Loading...